segunda-feira, 11 de junho de 2012

Namorar-te...


  Namorar-te...

Ah namorar-te.
...Olhar o mar.
Olhar o nada e nada dizer.
Deixar cada beijo nosso nascer e
esquecer que ele tem que morrer.
Apreciar a natureza... Fazer-te
natureza e te ver responder.
Sentir o calor da tua presença...
Perder o ar ou mesmo encontrar.
Esquecer ciúmes e diferenças.
Você ser sol em mim e eu
“Só” em você.

Namorar-te é...
Mais que nutrir dos céus
e mares todas às emoções...
Aconchegar-me em ti e assegurar-me
que os anjos são protetores
cumprindo suas funções.
Ah... Namorar-te!
É sentir de uma forma irracional
que os raios a lua nos rouba
 fazendo-se reações.
Sentar-mos e desenhar-mos
corações de forma natural.
Namorar é arte que só nos
dois sabemos fazer.

Namorar-te...
É tecer meus sonhos
com rosas que envias...
Transbordar-me no mel
que adoças meus dias.
Jantar contigo a luz de velas...
Esperar-te ansiosa olhando a janela.
Ferver nossos corpos em noite de lua amor!
E depois de muito namorar
até o sol se por...
Comer torrada com chá
 de canela.

Marisa Torres
© Direitos reservados
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário