sábado, 23 de junho de 2012

Dueto caipira.



 

E aí nega...

Que tal eu e mais
 tu no grande forró de Aracaju...
Fazendo de tudo que é proíbido.
Tu deixa eu relar a mão
 do ouvido ao umbigo?
Nega eu vivo a sonhar pra ti pegar
assim num chamego...
Venha eu te faço este apelo
depois desta dança a gente se lança...
Eu te descabelo e te
 desmancho as trança.

Meu S.Antonio o que é issso?
Ouviu minhas prece mas parece é feitiço.
Na noite de S. João vou desincaiá.
Nego de prosa bonita.
Eu num nego uma dança nem mesmo
 um chamego... Então vamos dançá.
Sou muié do sertão que depois dum
 quentão tem forró e baião.
Danço de saia rodada
e calcinha preta na mão.
Mas sou matuta a matutá...
Pra me descabelá nego...
Vai ter que casá.

Dueto  Poeta Jorge &
             Marisa Torres



Nenhum comentário:

Postar um comentário