quinta-feira, 14 de julho de 2011

São teus...

São teus...

Todos meus sonhos e cantos.
Meu vôo que já vagara tanto, tanto.
 São teus meus desejos
e ilusão em busca de ti
em tantos e tantos beijos.
São tuas todas minhas vontades...
É tua a minha mais pobre a mais
rica forma de expressão.
A luz harmoniosa escondida que arde ao
falar das cores e flores...
És abrigo e emoção.

São teus...
Todos meus
 sentidos e motivos.
Ás palavras mais simples
da verdade a perfeição...
Dos milagres dos céus
dos anjos és tentação.
 Do inferno que me agita
 és fogo e sedução.
Neste peito perdido é também
 o meu vale de fé.
A vibração mais lenta em
 meus pensamentos
Tu és maré.

Também são teus...
A minha jóia mais preciosa
 que se chama coração.
Minha chama do tempo...
Qual honra minha inspiração.
Meu amor...
Tal qual um cristal azul ou incolor.
Minhas melhores fantasias
 tu governas noite e dia.
A curto ou longo, prazo são tuas
... Pois é tua criação.

Também são teus...
Todos grandes e pequenos
gestos meus.

Marisa Torres
© Direitos reservados
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário