domingo, 10 de julho de 2011

Amor mudo.

Amor mudo.

Amo em silêncio e a

paixão me invade...
Ah este amor que tudo em mim para.
Coisas do coração não têm
explicação, nem razão.
Amor proibido enlouquece
a mente e dá asas
à imaginação.

Amo calada...

Acariciado pela dor
e a vontade tê-lo e vencer
o medo de  te falar.
Amo em silêncio ao pensar como
seria beijar-te ao entardecer.
Amanhecer contigo e
mostrar-te o infinito de amar.
Anoitecer e ter certeza que nos
teus braços estaria ao
sol nascer.

Amar em silencio é

ter tudo e não ter nada.
É como um vidro que nos separa,
ou um espelho que nos ampara.
Amor mudo que fala alto,
que consome meu ser,
que me levanta e
me faz escrever.

Vem... Vem de vez para mim,

ou põe de vez um fim neste
lindo sofrer.

Marisa Torres

© Direitos reservados.


Nenhum comentário:

Postar um comentário