domingo, 12 de junho de 2011

Desenhei-te para sempre.

Desenhei-te para sempre.


Foi sangrando na escrita.
Falando ao mundo com emoção...
Gritando o amor com o coração.
Que te encontrei...
Meu mundo ganhou cor.
Desenhei-te na minh’alma e
jamais apagarei.

Hoje somos um só...
Amando-nos como o oceano
sereno, onde tudo grande
demais é pequeno.
Neste mundo o qual te desenhei...
Meus sentidos afloraram e os
ventos ruins sopraram.
Ah...
Foi na linha mais reta que
teu coração decorei.

Desenhei-te com calor.
Finalmente consegui e de
alegria meu mundo adornei.
Entregamo-nos as carícias e
loucuras coisas minhas e tuas...
Este instante Deus.
“Perpetuei.”
Abraçados neste momento
estamos nesta linda e imensa
imagem de amor.

Ah meu amor... Do lado esquerdo do
meu peito te tatuei.


Marisa Torres
© Direitos reservados.


Nenhum comentário:

Postar um comentário