domingo, 13 de março de 2011

Meu amor não tente...

Meu amor não tente...

Não!!
Não me diga o que fazer.
... Nem tão pouco
tente me entender.
Ah... Nem tente me poupar
do que quero viver com você.
Uma vida entre o céu e a terra.
Regido pelo sol
...Paraíso e o mar.

Ah. Meu amor
nem tente me julgar!
Se tento banir a tristeza da
 minha alma por apenas um
sorriso teu buscando roubar.
Sou algo assim... Feita de sonhos.
Um coração de poeta,
alma imperfeita coberta de
asas movida por anjos.
Um dia tua fada
 tua amada musa adorada.
No outro sou eu. Sim!
 Teus sonhos mais
 profanos.

Meu amor
 não tente apagar.
Este fogo que em meu
 corpo insiste meu anjo
insistente com ira queimar.
Apenas beija minha face com ardor.
Em meu deserto se faz água
acariciando meus lábios com vigor.
Ah... Nem tente fugir da teia do amor.
Já és maestria regendo minha música.
No meu prazer já és tu sintonia!
És tu sim meu amor
...Minha poesia!


Marisa Torres
© Direitos reservados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário