sábado, 22 de janeiro de 2011

Hoje eu queria festa...

Hoje eu queria festa...

Ouvir uma orquestra.
Tomar um vinho branco.
Embriagar-me neste encanto.
Deixar-me acariciar sem
promessas.

Uma festa de
domínio e malícia.
Fartar-me com um simples olhar.
Deixar de ser inocente...
torna-me indecente.
Sentir o sabor de uma boa
companhia.

Deixar-me ser
comum esquecer o amor.
Apenas beijar, sentir
um perfume.
Deixar as ondas tocar
a razão.

Nesta festa...
Não seria eu a um
verso compor.
Seria eu o reflexo do
lado negro quem em mim
você deixou.

Marisa Torres
© Direitos reservados.


4 comentários:

  1. As vezes devemos esquecer a seriedade da vida e partir para o casual, fazer uma loucura pela própria vida.
    Adorei!!!
    Ótima semana.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Olha hoje eu queria festa , kkkkkkkkkkkkkk

    Beijos Lúcia.

    ResponderExcluir
  3. Obg por sua visita...
    Apenas li dois poemas...Encantadores...Amorosos...Desejosos de algo...
    Gostei do seu cantinho, vou tentar visitar-te mais vezes...
    Bjinho ::

    ResponderExcluir