terça-feira, 30 de novembro de 2010

Meu doce destino...

Meu doce destino...

Meu destino
 de menino maduro.
Fonte delirante de prazer.
Quero em teu colo ser o pecado.
E na gula do teu beijo
molhado morrer.

Meu ritmo
 de valsa rara.
Luz dourando as trevas
que em mim germina.
Olhar negro que penetra
em mim a retina.
Fogo de pecado que
só em ti termina.

Doce perfume que
 me embriaga com aroma de maçã.
Fruta gostosa das minha manhãs.
Meu lírio de sonho compartilhado.
Meu...
Doce destino meu
 homem amado.

Marisa Torres
@ Direitos reservados.


Nenhum comentário:

Postar um comentário