terça-feira, 30 de novembro de 2010


A ti dedico...

 
 A ti dedico...

Meus dias... A ti dedico.
E o sabor inebriante do meu amor.
Dedico-te o arco-íris no céu e
um beijo meu em cada cor.
Meu zelo... Tal qual é o exagero
por te querer por inteiro...

Há! Dedico o sol...

Que te faz transpirar
e me inebria com teu cheiro.
A ti dedico o meu amor.
Meu toque com suavidade
das nuvens.


Dedico-te...
A magia que a imaginação cria a
apreciá-las formando corações e anjos.
Dedico-te em cada uma delas o
desenho do teu nome que no meu
coração cravou.

Dedico-te toda felicidade
que com simplicidade o meu
coração flechou. A ti dedico...
Meus sonhos fantasias e o meu viver.
Meu corpo que a ti pertence
inflama a todo instante em ti querer.
Minha alma e a tua aos
deuses pertencem como
vou dedicar?

Dedico-te... Tudo, tudo além do amar.

Marisa Torres
@Direitos reservados. 


Apenas uma menina.


Apenas uma menina.


Sou uma eterna
criança, que vaga
sozinha e rir no meio da rua.
Jogo minhas emoções ao nascer
 do sol,e ao surgir da lua.
Sou apenas uma criança que vive
 escrevendo meu nome e o teu.
Brinco de boneca fingindo
ser tu e eu.

Apenas uma
mulher que não cresceu.
Jogo amarelinha, pulo corda, conto
histórias perdidas no tempo.
Faço possível o encontro do sol e
da lua, como é lindo este amor.
Há...o que não posso fazer? Sou feliz
assim sem sentir dor.
Apenas uma mulher que não
amadureceu.

Só assim posso brincar
 de alegria, ser parte de uma
frase de emoção.
Sendo uma menina posso
caminhar tranqüila pela
 rua da ilusão.

Marisa Torres
©Direitos reservados.


Meu doce destino...

Meu doce destino...

Meu destino
 de menino maduro.
Fonte delirante de prazer.
Quero em teu colo ser o pecado.
E na gula do teu beijo
molhado morrer.

Meu ritmo
 de valsa rara.
Luz dourando as trevas
que em mim germina.
Olhar negro que penetra
em mim a retina.
Fogo de pecado que
só em ti termina.

Doce perfume que
 me embriaga com aroma de maçã.
Fruta gostosa das minha manhãs.
Meu lírio de sonho compartilhado.
Meu...
Doce destino meu
 homem amado.

Marisa Torres
@ Direitos reservados.


segunda-feira, 29 de novembro de 2010



.


domingo, 28 de novembro de 2010


quinta-feira, 25 de novembro de 2010


quarta-feira, 24 de novembro de 2010


^♥^^♥^^♥^:



“Gosto da simplicidade das coisas.
Da sinceridade nas pessoas e
da chuva no dia de verão.
Admiro a música mais
simples cantada com o coração
e com brilho no olhar.
Suspiro por surpresas gostosas,
quase sempre esperadas
e feitas com amor.
Respeito à vida do próximo,
mas tenho opinião sempre
e luto por justiça.
Rabisco suaves linhas
da vida minha, da tua,
e tenho
o péssimo defeito de enxergar
com o espelho da alma”

Marisa Torres.
© Direitos reservados.

Tudo, tudo em mim é teu.

Tudo, tudo em mim é teu.

Invadis-te minha vida

mergulhando no meu eu.
Banhando minha pele e meu
mais intimo com pétalas de rosas.
Fiz as malas tirei férias à
tristeza disse adeus.
Virei fera e Tigresa, fiquei meiga
preza, das mulheres a mais formosa.
Meus mistérios a minha vida,
meus momentos.
Tudo... Tudo em mim
passou a ser teu.

Perfumar-te nossa cama

com perfume de sedução.
Transforma-te nossas vidas em amor,
sorriso e paixão.
Há eu mergulhei, me dei e
sempre me darei...
Minha alma já te pertence,
o meu corpo para ti entreguei.
Meu rosto que tanto escondi
só para ti o revelei.

Meu lírio meu doce delírio.

Minha mais pura infusão.
Tudo... Tudo em mim te pertence.
Os céus abriram-se as portas.
Iluminando as trevas
da gente de amor e
 sedução..

Marisa Torres

@Direitos reservados.


sexta-feira, 19 de novembro de 2010


terça-feira, 16 de novembro de 2010

Súplica a “Deus”.

Súplica a “Deus”.

Tantas vezes amei,
tantas jurei que não iria mais
viver de emoção.
Tantas vezes voei, e quantas cai.
Tantas andei e cansei.
Quantas vezes senti o que não
queria  mais sentir.
Tantas vezes desenhei um
simples coração.

Quantas vezes gritei
um nome que julguei esquecer.
Quantas vezes realizei e
quantas fracassei de dor.
Deus...
Te pergunto que coração é esse o
meu que voa com uma
simples ilusão de amor.

Suplico-te tem dó e me
mostra-me a razão,
alimento-me de magia.
Daquilo que chamam dos
que loucos estão.
Tudo me foge a razão quando estou
com papel e caneta na mão.

Vôo ao ouvir uma simples
 canção, que sensação é esta que
toca tão profundo o meu ser?
A flor da pele vivo e esta emoção
que faz viver é a mesma que faz
cada dia um pouco morrer.
Eu te suplico: me faz perder este medo
de amar sem sofrer.

Marisa Torres
© Direitos reservados.



domingo, 14 de novembro de 2010

Simplesmente deixa.



Simplesmente deixa.

Que no amor “Eu.”
Encontre nossas respostas...
Que eu te mostre que os
arranhões e as dúvidas são
as causas das emoções
de uma grande paixão em
que fora abertas
as portas.

Deixa-me...
Que eu mergulhe em teus
sonhos e no teu sono eu
possa me encontrar.
Deixa simplesmente que...
Eu te procure neste abismo
de ilusões que meu coração
se encontra ao te amar.

E deixa que
eu grite no silêncio que
nos separa, e te ouvir falar que...
Nosso amor é tanto que
precisa repousar.


Marisa Torres
@ Direitos reservados.