domingo, 3 de outubro de 2010

Encontrei-te...

Encontrei-te...

Na paixão a
adolescência...
No amor à consistência.
Na fantasia a alegria.
Teu prazer deu-me paz.
Do nada te encontrei.

De ti...
Encontrei queixumes.
Ciúmes, delírios e martírios.
Nos delírios encontrei
caminhos e carinhos.
Desvendei mistérios
e magias.
Descobri enfim que
amo alguém.

Do teu ciúmes...
Descobri dissabores.
Na sua juventude
a inquietude.
A liberdade me fora tirada.
Encontrei-te do nada...
O amor me fora dado.
Mas falta-me algo...

Será que te encontrei?

Marisa Torres
Direitos reservados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário