quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Amanhã a noite cairá.


Amanhã a noite cairá.

O sol amanhece
 preguiçoso acordando o mundo.
Clareia o mais insignificante ser
 e diz bom dia as noites quentes.
acordando sem piedade.
“Amantes”
Que relutam a ceder às
sedas macias.

O vento sopra
suavemente, cabelos
macios e beijando faces.
Criando movimentos trêmulos
derrubando folhas e namorando o dia.
O sol vem decidido a tudo ceder.
Perco a postura e já penso em
estar contigo ao
 anoitecer.

O amanhã cairá
 e noite estará fria.
Minha pele em tua pele
se agasalhará.
Anjos dançarão nos céus
a eternizar
este sonho que na noite
caí e amanhecerá.

Marisa Torres
© Direitos reservados.

2 comentários:

  1. Lindissimo o seu poema, excelente forma de começar o meu dia, obrigado.
    Tenha um maravilhoso dia.
    bjs
    Maria

    ResponderExcluir
  2. Obrigada minha flor está convidada a voltar sempre, porque Deus há de permitir que nascerá melhores, beijos meus...

    ResponderExcluir