terça-feira, 31 de agosto de 2010

Que nunca faltem meus sonhos...

Que nunca faltem meus sonhos...

E que se realizem
os sonhos que são meus e teus...
E por ventura se não realizarem
se eternizem os momentos...
Que todos os momentos sejam
intensos e zelados a cada instante.
Zelar e aquietar este amor em
cada gesto mesmo
que distante.

Que não
façamos juras e pactos...
Mas que nunca faltem meus sonhos.
E que nos meus sonhos nunca
falte tua presença pois nela mato
minha sede e fome de amor.
Que meu coração acelere 

a cada surpresa tua...
E a cada surpresa tua venha como
alimento para a minha alma.
E que minh’alma permaneça bela
e pedinte do teu calor.

Que cada palavra minha
dita seja separada como o
ano separa cada estação.
Que cada estação as palavras que
solto sejam simplesmente por ti entendidas.
Pois a chuva também cai no verão.
No inverno o sol aparece como prece.
E nem todo jardim na
primavera a flor
floresce.

Que nunca faltem meus sonhos...
Pois é nele que te levo
onde vou.

Marisa Torres
© Direitos reservados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário