quinta-feira, 17 de junho de 2010

Vives para mim?




                                         Vives para mim?

Fala para mim...
Quando sentires vontade de falar.
Murmura baixinho meu nome...
Grava-o e ouvirá os sinos soar.
Quero ouvi-lo dizer
que gosta de escutar tua boca falar.
E ardendo feito chama já supondo
que na cama o meu nome gritará
E viverás para mim.

Canta para mim...
Quando sentires vontade de cantar.
Cantarei contigo suaves melodias
nas notas nos amaremos todos os dias.
E no silêncio das canções
entenderá que no calar
a música mais bela...
”É feita de dois em um.”

Escreve para mim.
Se sentires vontade de escrever.
Pensa no mar, no sol e na chuva.
Fecha os olhos e pensa na lua.
Pensa no que te diria baixinho.
Porque mesmo sem saber o que pensas
eu sinto o que pensarias.

Vives para mim?

Marisa Torres
© Direitos reservados.

























Nenhum comentário:

Postar um comentário