domingo, 13 de junho de 2010

Que seja eu...


Que seja eu...

Teu choro e tua lágrima
no teu rosto venha afagar.
Tua luz e teu alento em
meus braços vem repousar.
Teu pequeno pensamento
que insiste a todo o momento.
Há... Que seja eu a
coisa mais simples
que tu gosta de
gostar.

Que seja eu a lua
e o sol seja eu o anoitecer.
Na mais profunda angustia
seja eu o amanhecer.
Seja eu a boca ao beijar
estrelas vejas brilhar.
O sorriso na tua face seja
eu como vento passar.

A música que tu
mais gosta.“Seja eu”
a orquestra reger.
O teu vinho e o cálice seja eu
o teu querer.
Teu presente mais bonito que
receber-te da natureza.
Na minh’alma que tu encontre
o infinito da sua grandeza.

E que seja eu... 
O motivo e a razão
de pulsar teu coração.

Marisa Torres
@Direitos reservados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário