domingo, 13 de junho de 2010

Minhas cartas de amor.


Minhas cartas de amor.


Tantas escritas
tantas coisas ditas.
Nem cheguei a entregar só escrevi.
Não... Você não entenderia o
que eu calei o que meu coração
gritara tentando te esquecer.
O teor das minhas cartas
revela o que não daria certo.
Você gosta de agitação, eu
prefiro dançar a dois
uma canção.


Meu caminho é paixão
e romantismo o seu exibição.
Não... Não sei explicar
nem busco explicação.
Minhas cartas revelam o
meu sonho de amor.
Recebi flores e juras, mas não
te sinto, vejo um buquê
de cantador.


Mandara-me
lindas mensagens, mas não
me passara verdade me vejo
o alvo de um caçador.
Amor não é isso, não sou pura
mas meu amor espero o tempo que for.
Continuarei fazendo juras as minhas
cartas até o que sinto se for.
Quero ser mulher de alguém sem mistério...
Preciso de alguém que
me leve a sério.


Marisa Torres
© Direitos reservados pelo autor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário