sábado, 19 de junho de 2010

Dueto Cesar Rabelo e Marisa Torres-Acordes de um Poema





Acordes de um Poema

"Em meio a palavras soltas
me perdi na distancia do pensamento
na musicalidade de um poema
apenas um pensamento... Você!”

“Em meio a você me perdi em
pensamentos de desejos sem fim.
E em mim a paixão vestiu-se de prata.
Como a lua reveste a noite dando
graça ao mais insignificante jardim”.

“Palavras, poucas palavras...
Encontradas no palco deste jardim
delineando o poeta protagonista
vestido de prata a rabiscar...
A você o ultimo poema enfim.”

“Que pena que tudo acabou assim...
Uma brisa ruim passou e esqueceste-se de mim.
Quem sabe em setembro mais uma vez 
nos encontraremos.
E o poeta que sempre estará em meu peito
escreverá mais um poema e se perderá 
nas curvas do meu leito”.

"Pois em setembro a primavera, poderá renovar;
Em noites de lua, as flores, a brisa, o jardim enfim...
Fazendo renascer um outro amor em meu peito
e comporei a ti um outro lindo poema,
com lindas palavras de amor em forma de Dueto".



Nenhum comentário:

Postar um comentário