quarta-feira, 2 de dezembro de 2009


O amor amedronta...
Eu sei.

Tantos são os
desencontros.
Muitas almas a espera de
um encanto.
Tanto medo de amar
neste mundo.
Olhos perdidos trançando
planos.

Muitos
herdaram o abandono.
Alguns perderam o caminho.
Outros sofreram a dor da traição.
Muitos perderam a razão.
Pássaros foram tirados
do ninho.

Mas o amor o que tem com isso?

Teu coração te pertence?
Tuas fantasias como crias?
Tu decides a hora de fugir?
O amor não é dor e sofrimento.
Amar é ter força e
jamais desistir.

Tenho tanto dó do mundo...
Aos olhos do homem a
mulher é vagabunda.
Para mulher
homens são seres imundos.
Os valores do amor
à moeda não paga.
Mulheres se vendem,
e muitas que pagam.

Mas da teia do amor
ninguém escapou.
O coração não tem
estrada, onde á vida
nada acaba.
Quem decide por razão
já se acabou,
ou cérebro já apagou.

Marisa Torres
© Direitos reservados pelo autor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário