sábado, 5 de setembro de 2009

Um olhar a dois.


Um olhar a dois

Um sentir caloroso
com pulsar no coração.
Entrelaço e caricias...
Uma viagem ao delírio
um toque de sedução.
Uma doce magia
De abandono à visão.

Uma doce magiade 
abaando a visão.
Envolvimento de desejos
Embriagando a alma
com aroma de paixão.

Há... Um olhar a dois!
Gozo pleno e ardente.
Um ato de amor visível...
Brilhante radiante
e irresistivel.
Marisa Torres
@Direitos reservados. 


quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Canção do amor.

É nota que embala a alma sem
uma tecla tocar.
Um rio que deságua nos olhos ouvindo
uma canção ao luar.
Partitura da doçura de um verso de
dor eis a canção do amor.

É uma flor sobre o piano uma noiva
a véspera do matrimônio.
A alegria exalante no rosto de quem
ler um poema com gosto.
É se apaixonar e poder gritar que seu
amor nada irá mudar.


Cantarolar sem voz afinada
com lágrimas nos
olhos pela dor de perder o amor.
Saber ouvir uma bela melodia
a todo o momento na qual sonhamos
e nunca dissemos.

É poder cantar sonhar,
pensar, morrer e ressuscitar.

Marisa Torres
© Todos os direitos reservados pelo autor.