quarta-feira, 10 de junho de 2009


A tristeza faz parte de mim.

Jogo folhas ao
vento.
Lembranças e pensamentos.
Como nuvens pelo céu
a tristeza faz parte de mim.
Não adianta lutar
é assim.

Como alegrias que se vão
Entrego meu coração...
Mas que coração?
Poeta tem uma escuridão
Hoje ama amanhã não.

Passam os sonhos por
mim.
Passam fatos que relato.
Ate percorro no mais íntimo dos meus
Sonhos.
Vejo sombras no que conto.
Nenhum dos sonhos é meu
embora eu os sonhe
assim.

Lembranças que se
vão.
Pensamentos que vem.
Pelo campo da minha mente,
a tristeza se faz plantação
Alegria é pura extinção
que um dia a vida fez
canção.


Marisa Torres
© Todos os direitos reservados pelo autor

Nenhum comentário:

Postar um comentário