domingo, 21 de junho de 2009


Meu desejo de amar.

Um homem com a alma nua e
aberta que me abrace à vida incerta.
Esta eterna busca da pessoa certa, mata-me
a cada instante onde ressuscito minhas
fantasias angustiantes.
Aquele que me atice os limites, que me fale de
amor a cada dia e acredite em
desejos e fantasias.
Este desejo de amar fala da dor em
silencio e grita de alegria em
versos em poesia.


Há este desejo de
perder o sono
tornar as noites longas me envolver
e me perder.
Encontrar-me em teu corpo,
banhar a alma no amor e secar as
lágrimas no suor do teu calor.
Traçar do meu jeito palavras em curvas
perfeitas e como raio
este amor selar.
Que venha voando e delirante
sou paciente se
existir que venha
caminhando.

Na claridade me
dê o som do mar e na
escuridão do meu
inconsciente me ame eternamente
enquanto durar.
E não acredite em recomeço,
que venha intenso e inteiro.
Meu desejo de amar pode durar ou ser
passageiro.

Marisa Torres
© Todos os direitos reservados pelo autor

Nenhum comentário:

Postar um comentário