sexta-feira, 19 de junho de 2009


Mar meu amor.

Passos na areia.
Na noite fria, a caminhar.
Pesadelo...
Só o mar sabe me acalmar.
Deixo pegadas, traços da insônia
que o mar trata de apagar.

Mar meu amante... Meu amor.
Que me toma no colo.
Caminho e admiro sua grandeza.
Nuvens me olham passar,
Testemunhando nosso amor.
A noite fria se faz calor.
As nuvens lá a festejar.
O mar e eu, eu e o mar.

A lua fica pequena,
mas deslumbra o lugar.
Sem comparar.
Cada um com sua beleza.
Noites de insônia na areia.
Tudo é belo, tudo encanta.
O vento chega... Não adianta,
o mar esquenta.
Só tenho cabeça para amar.
O vento passa, tudo passa,
até as ondas se vão...
Mas meu lindo mar,
lá sempre estará.

Mar, mar, mar, mar,
Lindo, gigante, azul,
beleza inigualável
refletido com a luz da lua,
Clareza para meus pensamentos.
Bronzeia nas noites escuras
meus sentimentos.

Marisa Torres
© Todos os direitos reservados pelo autor

Nenhum comentário:

Postar um comentário