sexta-feira, 29 de maio de 2009

Meu verso.




Meu verso.


Meu universo
é composto de fantasias
e melodias.
Meu poema é sem razão, mas
dedico-te com emoção.
Palavras desalinhadas
sonhadas quem vai
entender?
A poesia é meu sopro de
vida é amando
que vou morrer.


Caminho sem destino
sem tentar agradar só quem
ama entenderá.
Na esperança me dou
transformo meus versos em
canções de amor.
Na cantiga sincera eu sou
uma fera onde tudo floresce
ao meu redor.
Meu verso eu viro ao inverso
sem perfeição nem melhor
nem pior.


Escrevo e descrevo
meu nome e o teu quer
tu queiras ou não.
Viajo em versos e te levo comigo
sou Eva tu és Adão.
Amanheço contigo te levo flores
café na cama e diz que me ama.
Sou um sonhador delirante...
Eu posso tudo em meu verso estará
onde estou.


Marisa Torres
© Direitos reservados. 


2 comentários:

  1. Como falar de uma flor que escreve versos!!!
    Amiga vc já conseguiu anular comentários.
    Parabéns hoje e sempre...bjokas,Vidinhas.

    ResponderExcluir