sábado, 30 de maio de 2015





Sequer...


Sequer...

Sequer vi teu 
olhar parar e fazer o meu bilhar.
Sequer senti teu toque ofegante, 
que sentia me abraçar.
E foi nos beijos que nunca 
dei que desesperadamente 
 ...Eu te fiz me amar.
Foi olhando o céu que me 
transportava para um castelo 
  numa nave de sonhos que 
....Jurei me entregar.

Sequer senti teu 
cheiro, mas podia senti-lo no ar...
Sequer recebi de outro alguém
só o que você podia dá.
E esta porção de amor e desejos
 preencheu  meu coração.
Ah...E brincávamos de viver!
Agradecendo o que 
imaginávamos ter.
Sequer... Pensávamos esta
 ligação romper.

Sequer vi teu rosto mas 
para que se eu podia sonhar com linhas
as quais meus olhos queriam ver.
Amei-te desesperadamente 
e se foi sem nada dizer.
 Sequer um recado deixaste, 
ou qual que seja o favor
 ...Um conforto talvez 
a quem tanto emocionou "nada fez”.
Volta, volta vem novamente
 brincar de amor.

Marisa Torres


@Direitos reservados.




sábado, 9 de maio de 2015

Maria MÃE poesia.



                                                                 Maria MÃE poesia.


Maria a mais bela poesia já escrita.
Fino seus traços, ternos teus olhos


imagem angelical ...Oh mãe santíssima.


Maria... Serás sempre um poema de amor.


Mãe sofrida, oh serenidade neste mar de dor.
Maria, mãe de todas mães acalma-nos com teu
manto acolhedor
Mãe santíssima para nós um presente.
Mãe guerreira e valente
que nos inspira a suportar a dor.
MÃE poesia Teu nome é amor.
Oh santa mãe de Deus...
Ave Maria abençoa este dia que para
muitos é ausente.
Massageia e presenteia os que sofrem
a falta da alegria.
Maria mãe doçura força e candura
Dos justos dos fortes dos fracos
dos ricos e pobres.
Com gotas de amor.

Marisa Torres   

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Joga pétalas no mundo senhor.


Joga pétalas no mundo senhor.


E sobre pétalas revesti-o do bem.

Está frio senhor e me sinto incapaz.
“ Abre as asas do anjo do amor”
E livrai-nos do mal”.
Joga pétalas senhor.
Nos que tiram-nos a paz.
Perdoa-os senhor, pois não
Amam jamais.
Joga pétalas
senhor na dor da solidão.
Abençoa a mesa dos
que lhes faltam o pão.
Abençoa as famílias com
pétalas e as flores do amor.
Acaricia senhor... A dor!
Das mães que não querem festejos.
Querem seus filhos de volta
ao aconchego do leito.
Joga pétalas em mim senhor.
E te peço perdão
que reclamo de dor...
Eu esqueço senhor que em teus
braços estou.
Joga pétalas senhor.
Se não tenho quem amo.
Ah... Tenho muito mais senhor.
Tenho-te no coração.
O mundo está frio de amor
senhor e não peço por mim...
Não, não pediria jamais!
E sim por um irmão.
Joga pétalas no mundo senhor...
Só você é capaz.




Marisa Torres 
Direitos reservados.

domingo, 22 de março de 2015

Dono de minhas preces


Dono de minhas preces.

Sim...
São tuas
minhas orações
elevada aos céus.
Meu pecado carrega teu
 nome força do meu querer.
Eis meu viver minha
doce infusão de mel.
Ah... Minha prece de coração.
Minhas súplicas começam
e terminam em você.
Vem...
É no teu corpo que
dedilho meu terço de amor.
E no meu eu tu deságua
teu oceano pecador.

Minhas preces...
São como mistérios perdidos
e ao sol nascer atendidos.
Sim! É no teu beijo que
rezo grito e me confesso.
Minha fé rege meu mundo
espalhando cores no universo.
São meus!! Sim...
Teus Apelos de alegria e dores...
Tua saudade delírio e
 Sabores.

Minhas preces têm dono.
Dono de mim e pintor de nós ao luar.
 Meus versos de amor são
teus antes e após amar.
Dono de toda beleza
mesclada de cores.
Dono do meu jeito meigo
como as carícias de todos
os amores.
Dono das minhas razões
e imperfeições. Ah!
Minha prece de amor...
Sim! Tu és dono!
 Sim senhor.

Marisa Torres
© Direitos reservados.

sábado, 7 de março de 2015

Ser mulher...




Ser mulher...

Ser mulher é ser anjo
entre o céu e a terra.
Ser também esperança onde paira
a guerra. Mulher...
Tens força nos braços 
para o mundo abraçar.
Ah mulher vieste ao
mundo foi para reinar.
Toda mulher tem alma triste...
E um coração bondoso que
alegria insiste avançar.
.
Toda mulher
tem seus segredos...
A espera que alguém tire-lhes os medos.
Toda mulher tem muita dor...
E faz de Deus fortaleza e inspiração,
da flor sua fragrância da fé sua oração.
Toda mulher traz no peito amor...
Afagos no coração.

Ser mulher...
É sentir-se só!
E amanhecer sorrindo da depressão.
.Toda mulher já é poesia
quando alcança à magia.
Toda mulher se faz emoção.
quando fala ao coração.
Toda mulher tem que ser amada...
Depois de tudo, antes do nada!

Marisa Torres
@ Direitos reservados







quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Pedaços de mim

Pedaços de mim.

Sou intensa no amor 
que me doma e me toma. 
Filha do sol e da lua sou 
eternamente nua. 
Desejo sem razão 
sou noite de luar. 
Filha de iemanjá e de 
ogum me senhor 
é amar. 

Sou alegre sou 
triste sou louca e  
rimas de uma loba. 
Fera domada pintada 
traçada perdida e amada. 
Meu nome escrevem 
no vento e rasgo o papel. 
João ou Maria, 
sou pebleu, ou anjos no céu. 
Poeta ou não só rabisco 
palavras para meu 
grande amor. 

Sou filha da 
terra ou sereia do mar... 
Sou de paz e fui 
gerada na guerra. 
Sou anjo ou santa 
uma simples mortal que 
seus demônios aponta. 
Desejo e ternura, 
sou escrava do amor 
nunca sei onde 
estou.

Pedaços de mim, rompidos 
queimados em poemas 
ditados. 


Marisa Torres 
© Direitos reservados.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Quando o amor vir.


Quando o amor vir.

Entregai-vos, pois
nele muitas provas virão.
Momentos felizes e tristes...
Ficarão cicatrizes.
Uma flor brotará no coração.
E regar com as águas cristalinas
da imaginação




E amar deixando
todas as cores reluzir.
Quando amor vir... Se entregar.
Deixá-lo por inteiro o peito ocupar.
Voar nas asas e dá asas levar
aos sonhos, ir e voltar.
E amar...


Quando amor vir...

virão com a flor aparecer.
O mundo não mais parecer azul...
Escurecer!
E quando o céu parecer desabar...
Chorar.
Sim... Chorar, chorar e chorar.
E esperar que esta larva que
Queimou...
Apagar, apagar, apagar.



Marisa Torres
© Direitos reservados.